Portuguesa busca explicações para drama na Série C e reclama da arbitragem

A Portuguesa vive o pior momento de sua história. Na oitava colocação do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro com 11 pontos, o time briga para não cair para a Série D faltando cinco rodadas para o fim da primeira fase. Diante da situação dramática, os jogadores já cansaram de tentar explicar o que se passa com o time, mas na derrota por 2 a 1 para o Botafogo-SP, na rodada passada, reclamaram bastante da arbitragem.

O lance que mais gerou reclamação foi um cabeceio de João Henrique interceptado pela defesa botafoguense. Para os atletas do time rubro-verde, a bola foi tirada de dentro do gol, mas o árbitro mandou seguir o jogo. “A afirmação que nos passaram era que a bola atravessou a linha. Muitos jogos não são televisionados e a arbitragem acaba prejudicando”, disse o lateral-esquerdo Denner.

Ao tentar explicar a campanha do time, o jogador deixa claro que o time está focado e acredita que merecia resultados melhores nas últimas partidas. “Vontade não está faltando. Estamos lutando e nos entregando. Não tem explicação para essa situação”, finalizou.

A Portuguesa volta a campo às 15 horas deste sábado, quando enfrenta o Juventude, no estádio do Canindé, em São Paulo. O adversário é o quinto colocado, com 20 pontos, e não perde há oito jogos. A última derrota foi justamente para o time da capital paulista. A vitória por 2 a 1, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), em jogo válido pela quinta rodada, marcou a estreia do técnico Jorginho.

No votes yet.
Please wait...

Comments

comments