Estevam lembra problemas políticos da Lusa e reclama de calendário

No comando da Portuguesa há três jogos, o técnico Estevam Soares tem como principal missão afastar a equipe da zona de rebaixamento do Campeonato Paulista da Série A-2. Há pouco tempo no clube, o comandante acredita que o problema da Lusa começou na falta de planejamento para a temporada, agravada por problemas políticos.

Derrotada por 3 a 1 pelo Juventus nesta quinta-feira, a Portuguesa só não está no Z-6 por conta dos critérios de desempate. Com os mesmos 13 pontos de XV de Piracicaba (dentro da área do descenso) e Barretos, vive um momento delicado na competição.

– A Portuguesa foi um clube que sofreu um processo de mudança na sua diretoria, no seu presidente, durante o mês de dezembro. Só conseguiu fazer a montagem do seu elenco em janeiro, quando equipes como Juventus, Rio Claro e Guarani já estavam com base do ano passado, tinham feito pré-temporada. O reflexo é isso – resumiu Estevam, após o tropeço na Rua Javari.

Com figuras conhecidas do futebol brasileiro, como o volante Sandro Silva, o goleiro Ricardo Berna e o meio-campista Leandro Domingues, o técnico tenta compensar as deficiências da pré-temporada em meio à competição. Estevam também se mostrou indignado com o calendário da A-2: após vencer o Rio Claro na noite da última segunda, a equipe voltou a campo 65 horas depois.

– Se você não tiver todos esses aspectos agrupados, montagem do elenco, com parte física e técnica, você não consegue. Estamos sofrendo muito com isso. O Leandro Domingues estava há sete meses sem jogar. O Bruno, lateral-esquerdo que entrou hoje, está sem ritmo de jogo. O Sandro Silva também, sem fazer treinos específicos. Quando você tem isso, paga um ônus muito caro – argumentou.

– Num campeonato tão disputado, tanto para subir quanto para não cair, numa fase decisiva, você joga hoje contra uma equipe cujo jogo terminou domingo ao meio-dia. O nosso terminou na segunda às 10. Aí vem aqui jogar às três da tarde. Juntamos tudo isso, da preparação tardia e um erro grave dos organizadores. Pesa, mas não pode ser desculpa também – completou Estevam.

No próximo domingo, às 16h (horário de Brasília), a Portuguesa recebe o lanterna União Barbarense no estádio do Canindé.

No votes yet.
Please wait...
Voting is currently disabled, data maintenance in progress.

Comments

comments