Torcida da Lusa protesta contra “Caso Justo” e Conselho Deliberativo

No intervalo da partida entre Portuguesa e Taubaté, a torcida da Lusa protestou contra os envolvidos no leilão do estádio do Canindé, o conselho e o presidente da Lusa.

A torcida se dirigiu para perto das tribunas, a onde estava a diretoria da Portuguesa para protestar sobre o que acontece atualmente na política do clube. Gritos contra Joaquim Justo dos Santos, conselheiro que processou a Portuguesa e Leandro Teixeira Duarte, presidente do conselho que até agora não convocou nenhuma reunião, foram entoados no Canindé.

LEIA MAIS:
Zaga vacila e Portuguesa só empata com o Taubaté pela Copa Paulista
Portuguesa vence o São Bento em Sorocaba e se aproxima de classificação
Pela última rodada da segunda fase do Paulista feminino, Portuguesa perde para o Corinthians

Após a entrevista dada por Joaquim Justo dos Santos ao programa Paixão Lusa da Rádio Trianon, na última semana, firmando que o acordo entre ele e a Portuguesa, tinha chegado a um desfecho positivo e logo depois ser desmentido pelo presidente Alexandre de Barros, a torcida rubro-verde se revoltou contra o conselheiro e entoou gritos contra Justo dos Santos.

Além dele, o presidente do Conselho Deliberativo, Leandro Teixeira Duarte também não escapou. O atual presidente do Conselho ainda não convocou sequer uma reunião neste ano. Gritos de: “Oooh, conselho omisso!” foram ouvidos na tarde deste domingo (10). O presidente Alexandre de Barros também foi alvo da torcida, com gritos de: “Ooooh, volta pra rádio!”.

A torcida exige uma posição do Conselho Deliberativo da Portuguesa e quer um desfecho positivo com Joaquim Justo dos Santos e Carlos Duque, para que o leilão do estádio do Canindé, enfim termine.

Rating: 3.7/5. From 3 votes. Show votes.
Please wait...
Voting is currently disabled, data maintenance in progress.

Comments

comments

182 comentários em “Torcida da Lusa protesta contra “Caso Justo” e Conselho Deliberativo

Fechado para comentários.